O Tribunal de Cristo

 

 

Como diz um teólogo bíblico, americano, de 80 anos de idade: “Não tenho certeza do que vou falar, mas acho que a Bíblia parece indicar que o cristão vai comparecer despido diante do tribunal de Cristo. Apocalipse 19:8 diz: “E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos”. Apocalipse 16:15 diz-nos o seguinte: “Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia; e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não vejam as suas vergonhas”. 1 João 2:28 diz: “E, agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança e não sejamos confundidos por ele na sua vinda”.

Quando lemos corretamente essas passagens, logo entendemos que quando um filho de Deus é salvo, ele começa a preparar as suas próprias vestes de linho, através das boas obras que pratica, as quais não são necessárias à salvação, mas ao galardão que ele irá receber,  diante do Tribunal de Cristo. A passagem não diz que o linho fino é a justiça de Jesus Cristo, mas dos santos. É a justiça pela qual somos responsáveis – ou seja, o que você faz pelo Senhor, depois que é salvo.

Sejamos claros. Não existe obra alguma que possa salvar alguém, conforme Tito 3:5 que diz: “Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo”. Contudo, depois de ter sido salvo, supõe-se que o filho de Deus seja “feitura sua (de Deus), criado em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas” Efésios 2:10. Então, quando alguém é salvo, existe uma razão pela qual trabalhar e a Bíblia parece indicar que isso tem algo a ver com as vestes. Não sei o que tudo isso pode significar, mas se a significação for literal, alguns cristãos hão de comparecer diante desse Tribunal vestidos com um barbante!”

Várias coisas têm me acontecido na vida, mas graças a Deus, jamais fui obrigada a descer a avenida principal da cidade onde moro, em pleno dia, como um filhote de passarinho! Tenho sido poupada desse vexame. Vocês gostariam que tal lhes acontecesse? Gostariam de descer a rua, ao meio dia, vestidos com o seu traje de nascimento, com todo o mundo olhando para vocês? As pessoas dizem: “Os grevistas fazem isso!” Ora eles correm e não andam. Vocês notaram esse detalhe?

Também há alguns aspectos positivos nesta passagem. Falando promissoramente Paulo diz: “E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, a obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um” (1 Coríntios 3:12-14). O que significa isso?

Ouro – o que significa o ouro? Ouro na Bíblia significa divindade. Todos os móveis do Tabernáculo eram decorados com ouro. O ouro representa a coisa mais preciosa ali, do mesmo modo que é, também, a coisa mais preciosa, aqui na terra. E como sabemos disso? As ruas da Nova Jerusalém serão pavimentadas  de ouro e esta cidade é preciosa, exatamente por ser de ouro puro. O ouro significa divindade e em inglês se tirarmos o “l” da palavra “Gold”, teremos a palavra “God=Deus”. Sempre  que adoramos Jesus Cristo como Deus e sempre que O louvamos como Deus “ajuntamos tesouro no céu” (Mateus 6:20). Quando estamos com problemas, essa é a melhor ocasião para se louvar a Deus, porque o fazemos como um sacrifício. Esse é “o sacrifício de louvor” de Hebreus 13:15. Jesus disse à mulher de Samaria: “Deus é Espírito, e importa que os adoram o adorem em espírito e em verdade” (João 4:24). Quando vamos à igreja e cantamos em alta voz, louvando o senhor Jesus Cristo com os nossos lábios, enquanto temos o coração partido, estamos acumulando ouro no Tribunal de Cristo.

Prata – o que significa a  prata? A prata na Bíblia é o preço da Redenção. Quando Jesus foi vendido, o seu preço foi de 30 moedas de prata. Quando os judeus iam para a batalha, recebiam esse valor em prata como uma espécie de reparação pelas suas almas. Cada vez que vocês falarem a um homem o que ele deve fazer para ser salvo, estarão acumulando um tesouro de prata no céu, conforme Mateus 6:20-21. Sabem o que vai acontecer a uma porção de cristãos? Vão chegar lá no céu e descobrir que estão completamente “quebrados”, que “não possuem prata nem ouro”, mas somente o crédito que lhes foi dado por Cristo, diante do  Seu Tribunal.

Pedras Preciosas – Qual a significação das pedras preciosas? Em Malaquias 3:17-18, lemos: ”E eles serão meus, diz o SENHOR dos Exércitos; naquele dia serão para mim jóias; poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho, que o serve. Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não o serve”. Quem não leu na 1 Pedro 2 a respeito de pedras preciosas? No verso 5 lemos: “Vós também como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo”. Os salvos são como pedras preciosas. Em Mateus 7:6 somos aconselhados por Jesus, assim: “Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem”.

Essas pérolas são os nossos filhos na fé. Vocês não vão pegar os seus convertidos e atirá-los aos cães e aos porcos. Quem são cães e os porcos? Pedro diz que são os falsos mestres e os falsos profetas. “E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade” (2 Pedro 2:2).

Tudo Isso é bem claro, quando se compara Escritura com Escritura. Pena que as pessoas lêem a Bíblia tão superficialmente que jamais a entendem corretamente.

Pedras preciosas são as pessoas que temos levado a Cristo. Em Zacarias 9:16, lemos que os salvos são “como pedras de uma coroa”. Quando o filho pródigo regressou ao lar, seu pai falou: “...Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés” (Lucas 15:22). Quando alguém nasce de novo é como uma pedra preciosa aos olhos de Deus. O que significa isso? Significa que as pessoas que conduzimos a Cristo são as pedras preciosas que farão parte da nossa coroa. Daí porque os antigos cristãos costumavam cantar: “Haverá estrelas em minha coroa, à noite, quando o sol se puser”? Em Provérbios lemos: “O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas é sábio”. Daniel escreveu, há quase três mil anos: “Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente” (Daniel 12:3).

 

Mary Schultze – Bíblia ACF

Artigo embasado no livro

The Judgement Seat of Christ”!

Dr. Peter Ruckman